15 de outubro de 2007


"Um guerreiro da luz muitas vezes desanima.
Acha que nada consegue despertar a emoção que desejava. Muitas tardes e noites é obrigado a sustentar uma posição conquistada, sem que nenhum acontecimento novo lhe devolva o entusiasmo.
Os seus amigos comentam: "talvez a sua luta tenha terminado".
O guerreiro sente dor e confusão ao escutar estes comentários, porque sabe que não chegou aonde queria. Mas é teimoso, e não abandona o que decidiu fazer.

Então, quando menos espera, abre-se uma porta."


Retirado do Manual do Guerreiro da Luz de Paulo Coelho

3 comentários:

Sonia&Mi disse...

:)))
claro que sim! Há sempre uma porta que por mto pequena que seja se abre sempre.

beijo grande!

Tia Moky disse...

Ainda bem!

Haja esperança!

Beijos

Moky

Anónimo disse...

Ai amo ri que eu para ti abro a porta a janela os braços tudo o que for preciso só não te deixes ir abaixo.
Nem tu nem a bunda nas escadas logo de manhãzinha para abrir a pestana.
Faz upa que não gosto de te ver em baixo e se não sabes quem sou azar o teu!!!